domingo, 20 de julho de 2008

Se tem algo estranho na sua vizinhança, pra quem você vai ligar? 190!!!

Não estou falando só de fantasmas... pode ser uma invasão alienígena, talismã asteca de controle mental, seita secreta de despertadores de Chtulhu, falha no espaço-tempo que permite a entrada de seres extra-dimensionais que roubam chaves e controles-remotos, pode ser qualquer coisa estranha.
O problema é: como colocar os jogadores para enfrentar esse "elemento estranho" sem estragar a surpresa do inimigo misterioso e, ao mesmo tempo, colocar os jogadores como personagens que têm a obrigação de combater esse inimigo?
A resposta são os heróis do nosso cotidiano: bombeiros, paramédicos e policiais.
Eles chegarão para atender uma simples ocorrência, e serão incunbidos de resolver o problema, ou, precisarão lutar pela própria sobrevivência enquanto lidam com esse problema.
Se essa encrenca precisar de uma campanha para ser resolvida, pode-se aproveitar os dois primeiros jogos para que os jogadores lidem com o cotidiano padrão destes personagens, que já tem bastante aventura, para depois apresentá-los ao sobrenatural, que se tornará "mais sobrenatural" ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário