sábado, 5 de julho de 2008

Trilogia "Invasores de Corpos" - Parte 1: O Remake.

O livro "Body Snatchers", de Jack Finney, em 1955, deu origem ao filme "Invasion of the Body Snatchers", em 1956; que teve um remake de mesmo nome em 1978; foi base para o roteiro do filme "Body Snatchers" em 1993; e mais uma vez, em 2007, voltou às grandes telas no filme "The Invasion" com atuações de Nicole Kidman e Daniel Craig, direção de Oliver Hirschbiegel e direção das cenas reescritas pelos Imãos Wachowski feita por James McTeigue.
A idéia de alienígenas que se apossam dos corpos humanos como estratégia de invasão é recorrente não só no cinema, mas também em outras obras literárias, como "The Father-Thing", de Philip K. Dick, "The Puppet Masters" de Robert A. Heinlein e "It Came from Outer Space", de Ray Bradbury.
Qual a idéia para jogos de RPG?
Não são os invasores alienígenas (mas, se você quiser, pode ser também), e sim, a utilização de um conceito forte de uma maneira adaptada para sua aventura.
Falando de monstros alienígenas, temos Aliens e Predadores, que se enfrentaram em mesas de RPG muito antes do cinema.
Tanto esses filmes como os livros não tiveram a mesma história repetida uns nos outros. Foi aproveitado o conceito principal e histórias diferentes foram contadas, algumas com finais felizes, outras com finais... sombrios. E até final feliz sombrio!
Se você gostar de um elemento de uma história, você não precisa repetir exatamente a mesma história para que tal elemento se torne presente em seu jogo. É importante que você modifique a história para o seu jogo, pois tentar repetir a história em seu jogo não costuma dar certo (os jogadores não devem ser obrigados a seguir os mesmos passos dos personagens da história original, eles devem ser livres para jogarem do jeito que quiserem, mesmo que isso resulte na morte de metade do grupo na primeira curva).

Nenhum comentário:

Postar um comentário