sábado, 25 de outubro de 2008

O Olho de Thraldar

Muitas idéias na cabeça, muitas câmeras nas mãos, e MUITOS ROLEPLAYERS aparecendo na fita!!!
Assistam "O Olho de Thraldar", um curta-metragem baseado em jogos de RPG de fantasia medieval.
Foram 10 dias de gravação e 10 meses de edição para exibir nas telas uma clássica aventura que alguns jogadores de D&D já devem ter jogado.

PARTE UM


PARTE DOIS


PARTE TRÊS

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Festival de Teatro Estadual em Catanduva


Tem roleplayer que fala que RPG é interpretação, que desenvolve seu personagem, e tal e coisa, e coisa e tal; mas assistir peças de teatro para aprender na fonte, naaaada.
Desloquem seus fundilhos obesos, nerdalhada catanduvense:

Vai ter FESTEC de 23 a 31 de Outubro, e com entrada GRATUITA!!!
É só retirar os convites com antecedência na Estação Cultura e no Teatro Municipal (para a peça inaugural, o convite é no SESC).

Quinta-feira, 23/10
20h30 – SESC
Espetáculo convidado: AS QUATRO CHAVES
Teatro Vento Forte – São Paulo


Sexta-feira, 24/10
14h00 – TEATRO MUNICIPAL
A PRINCESA DIVA ADIVINHA
Cia da Boca – S. J. Rio Preto

20h30 – TEATRO MUNICIPAL
SPIRULINA EM SPANTHÓDEA
Na Companhia dos Anjos – São Paulo


Sábado, 25/10
10h00 – PRAÇA DA REPÚBLICA
O PASTELÃO E A TORTA
Gravatá Prosa e Verso – Sertãozinho

20h30 – TEATRO MUNICIPAL
Espetáculo convidado: EL DIA EM QUE ME QUIERAS
Folias D’Arte – São Paulo
Ganhador do Prêmio Shell 2005 - Direção Musical, além das indicações de Direção e Atriz


Domingo, 26/10
10h30 – SESC
Espetáculo convidado: JOÃO CABEÇA DE FEIJÃO
Cia Articularte – São Paulo

15h00 – BOSQUE MUNICIPAL
AS TRAPAÇAS DE UM CANGACEIRO
Grupo Bandolengos – Poá

20h30 – TEATRO MUNICIPAL
Espetáculo convidado: O LABIRINTO REENCARNADO
Cia Pessoal do Faroeste – São Paulo


Segunda-feira, 27/10
14h00 – TEATRO MUNICIPAL
CONTO DE TODAS AS CORES
Teatro Girandolá – Francisco Morato

17h00 – PRAÇA DA REPÚBLICA
A FARSA DO BOI SURUBÃO
Confraria da Paixão – São Paulo

20h00 – TEATRO MUNICIPAL
PHAEDRA’S LOVE
Perversos Polimorfos – São Paulo


Terça-feira, 28/10
14h00 – TEATRO MUNICIPAL
E AÍ O BICHO PEGA
Cia Canteiro de Sonhos – Catanduva

20h00 – TEATRO MUNICIPAL
NOTRE DAME
Núcleo Sala 18 - Catanduva


Quarta-Feira, 29/10
17h00 – PRAÇA DA REPÚBLICA
O PAVÃO MISTERIOSO
Cia Forrobodó de Teatro e Cultura Popular – S. J. Rio Preto

20h00 – TEATRO MUNICIPAL
DEUS NO DIVÃ
Produtora Porto Nikolic – São Paulo

22h00 – ARMAZÉM DO CAFÉ
DOIS PERDIDOS NUMA NOITE SUJA
Cia da Caixa - Catanduva


Quinta-feira, 30/10
20h00 – TEATRO MUNICIPAL
8 MULHERES
Cia Vírus da Arte – S. J. Rio Preto

22h00 – ARMAZÉM DO CAFÉ
O GIRASSOL
Cia da Boca – S. J. Rio Preto


Sexta-feira, 31/10
20h00 – TEATRO MUNICIPAL
FILHO DAS ÁGUAS
Tragatralha Cia de Teatro – Piracicaba

22h00 – ARMAZÉM DO CAFÉ
QUANDO AS MÁQUINAS PARAM
Cia do Baco – Americana


E se você não é de Catanduva, SE VIRA!!! Vai atrás e descobre alguma peça teatral para diminuir a sua guinorança!!!

sábado, 18 de outubro de 2008

IRPGCast 09: Qual sua melhor campanha? / RPGêS D&D

Intruder pergunta para Lib, Bruno, Presto e Roj qual foi a melhor campanha de RPG que eles já jogaram.
RPGêS: Brilhante participação de Marcelo Daniel Augusto em uma apresentação sobre o D&D.

sábado, 11 de outubro de 2008

20 anos depois... da prisão.

E se tudo der errado e os personagens acabarem presos?
Ou então, e se a verdadeira trama ocorrer depois de um bom tempo que os personagens passarem encarcerados.
No primeiro caso, é uma eventualidade, que pode gerar uma oportunidade para gerar uma nova campanha, salvando a campanha anterior do fracasso total.
O mestre-de-jogo deve pensar nas mudanças que ocorreram no mundo enquanto os personagens ficaram presos, que frutos resultaram da trama que eles estavam participando quando eles estavam presos, os vilões e aliados que continuam na ativa e, essas coisas acontecem, os antigos aliados que agora podem ser vilões.
E pode ser explorado também o drama de cada personagem ao perceber que seu antigo estilo de vida não existe mais agora que ele recebeu sua liberdade: o boteco onde eles planejavam seus golpes virou uma boca de fumo barra-pesada, a boate onde eles queimavam toda a grana com a mulherada foi transformada em templo religioso, seu antigo apartamento está quase desmoronando em um prédio condenado, a marca de cerveja que ele bebia não existe mais,...
Já o segundo caso, como na postagem anterior, trata-se de um prólogo metido a besta.
Muito cuidado em aventuras onde os personagens são obrigados a perder no final para que o jogo siga adianta.
Jogadores participam do jogo buscando o sucesso, e mesmo quando o mestre-de-jogo apresenta uma situação sem solução para eles, eles buscam uma solução a qualquer custo e acabam peitando a morte... E consequentemente, morrendo.
O jogo chegou na parte em que tudo dá errado para os personagens-jogadores? Anuncie que não é mais jogo, é uma cena da trama, aconteceu isso, aconteceu aquilo, e antes que os jogadores reclamem, aqui estão seus personagens, 20 anos depois, saindo da cadeia com o nome de quem os dedurou e ficou com toda a grana do assalto.
Um problema que pode ocorrer nesse prólogo jogável com momentos perigosos: Algum personagem pode morrer no prólogo. Se ocorrer em alguma sessão anterior à cena da prisão, é só fazer um novo personagem como ocorre em qualquer campanha, mas se for próximo do momento da prisão, é só improvisar um prisioneiro que fica amigo dos personagens e, por amizade ou por necessidade, passa a fazer parte do plano de vingança do grupo.
Repetindo: Não jogue uma cena onde os personagens não tem outra saída a não ser se darem mal.

sábado, 4 de outubro de 2008

IRPGCast 08: Comentários / Paradoxo


Neste PodCast, finalmente os comentários do blog são comentados por Roj, com a presença de Presto; e depois, paradoxos de realidade são levantados em um Debat-Momento, com a participação de Lib, Hugo e Shoran.