segunda-feira, 4 de maio de 2009

IRPGCast 23: Planejamento de Jogos de Espionagem

Com singular competência, Gelatto conduz este podcast, com Intruder e Scar discorrendo sobre suas experiências com jogos de espionagem.
Roj e Ender compareceram apenas para picar o cartão, e, infelizmente, Shoran também compareceu...



Este podcast foi patrocinado por "Jiban, o policial de aço"

7 comentários:

  1. Como disse Scar, o estilo dele é estilo "naked", os agentes são lançados na missão sem nada, além de um radio e uma faca. No caso da campanha de metal gear que ele mestra, era que a missão era tao secreta, que não se podia justificar a locação de qualquer arma de fogo, por isso apenas a faca nos era entregue. O segundo ponto que acho interessante comentar aqui é: matar os inimigos. Um jogo de espionagem nao é um video game; o corpo nao some, o sangue nao some e se matar alguem, voce vai ter muito trabalho para sumir com as evidencias. Isso me leva ao terceiro ponto: furtividade. O ideal é nao ser percebido em momento algum, entrar, completar a missao sem ninguem saber o que se passou por ali, e matar alguem, certamente vai dar merda, pois algum guarda vai sentir falta do guarda que sumiu do nada. Realmente, jogadores que curtem muito D&D e cia, nao devem gostar muito desses jogos.

    ResponderExcluir
  2. Todos os pontos são bem importantes.

    Mas tem um que acho o mais difícil de se interpretar: disfarce.

    Se o mestre te colocar em uma etapa de se passar por alguém, ai sim você praticamente larga os dados e vai pra interpretação pura. Sim! Nada de testes de blefar, ele só serve pra ver se você não gagueja ou treme na hora de "mentir".

    E mais uma coisa: Vai Jiban!!! O Policial de Aço!

    ResponderExcluir
  3. Alguém sabe alemão? Recebi uma papelada aqui e não consigo entender do que se trata. Mais estranho é o timer que veio junto...

    ResponderExcluir
  4. depois do Gelatto quase escorregar no sabonete e o Shoran fazer questão de abaixar pra pegar...

    até que rendeu bem esse tema, mas por que alguem filho da mãe tinha de falar daquele tal filme alemão???? ainda estou fugindo da KGB, CIA e até o MOSSAD....

    GELATTOoOOOOOOO CORTA O FIO VERLEHO E CORRE!!!!!alguem sabe se a Starworks ainda está on-line???? SOCORROOOOOO!!!!

    ResponderExcluir
  5. Muito bem trabalho o tema, apresnetação, elementos basicos, como mestrar pontos importantes para o mestre e jogadores.

    Até deu vontade de mestrar, mas eu grupo está louco para um jogo épico de D&D(até que rolaria um espionagem...), porem D&D com combate em massa, acho que vou tentar unir as duas coisas...
    Será que vira?
    Alemão? Não sei nada, Vivia o F...

    ResponderExcluir
  6. Arquimago

    com certeza é possivel sim unir as duas coisas: combates em massa e espionagem em D&D!

    certamente trará algum trabalho extra, mas o resultado pode ficar interessante.

    a fase de "espionagem" poderia preceder as grandes batalhas, e se vc for trabalhar com conflitos entre reinos, bem, as possibilidades são maiores ainda!

    ResponderExcluir
  7. Realmente! MAs não sei se pretendo reinos, mas a ideia, não parece ruim!

    ResponderExcluir