sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Super Problemáticos

O diferencial entre o sucesso e o fracasso de muitos filmes de super heróis são as deficiências comportamentais dos protagonistas.
Quanto mais abalado por falhas de caráter, dúvidas ou obsessões, mais humano esse super ser se apresente, e portanto, maior é a empatia que o público sente por ele.
Vários filmes de super heróis foram feitos nos últimos tempos, mas responsáveis pelos maiores sucessos foram o bêbado Tony Stark, o inseguro Peter Parker e o atormentado Bruce Wayne.
Dos outros, mal se falou deles depois que acabaram as propagandas sobre seus filmes. Exceção feita para o sem noção do Wolverine, que deixou os personagens com profundidade psíquica de um pires dos X-Men para trás (estou falando dos filmes, não das HQs; apesar de que a grande maioria das HQs atuais estão bem bobinhas também).
E o retorno do mais poderoso de todos então... Superman se tornou tão desinteressante quanto uma novela mexicana.

Seguindo esse raciocínio, se você quer criar um super marcante, pense bem no lado humano do seu personagem em um RPG de Supers, antes de pensar no combo de poderes que ele vai ter.
Já pensou em uma super que na sua vida cotidiana é uma, bem...
Então, o Garth Ennis pensou!

Antes de clicar, fica o aviso que esse vídeo é uma recomendação do Lib, portanto, retirem os dimenor do recinto.

Por ordem do Superior Tribunal da Patroa do Roj, o vídeo que ilustrava esse post foi retirado.
Procure por "The Pro" no youtube e não diga que você viu essa informação aqui.

3 comentários:

  1. Apenas uma palavra: SENSACIONAL!

    ResponderExcluir
  2. TINHA QUE SER COISA DO LIB!

    mas aquela do avião foi (literalmente e no duplo sentido) fodástica!!!!!

    ResponderExcluir