segunda-feira, 21 de março de 2011

IRPGCast 70: Da Tela para a Mesa - RPGês: Terra Devastada

Youko fala de um monte de filmes que Roj e Maldito nunca ouviram falar, e o John Bogea, do "Terra Devastada" foi localizado para explicar como soltar alguns zumbis no assunto.


Em um cemitério perto de você:

7 comentários:

  1. Pô, agora que fui ver o post, vou ouvir. :)

    ResponderExcluir
  2. Curiosidades sobre o Dead Set:

    ele foi produzido pela mesma produtora do Big brither Inglês.

    A festa do Paredão, foi uma festa real, aproveitaram a plateia do big brother real.

    A apresentadora que aparece também é a mesma apresentadora do Big brother real lá da inglaterra. O negócio foi feito mesmo pra confundir os telespectadores.

    Vários textos usados na série são textos tirados dos filmes do Romero.

    Frustração Brasileira: A Globo jamaaaaaaaais vai ter uma iniciativa criativa assim.

    ResponderExcluir
  3. Engraçado o final, muito bacana o Podcast. Valeu.

    ResponderExcluir
  4. Big Brother bom seria um com a minha direção: depois de umas 5 semanas, eu desligaria a energia elétrica da casa e cortaria a comunicação com os participantes.
    Todas as portas ficariam trancadas e as camerazinhas iriam parar de fazer barulho para acompanhá-los, dando a impressão de que não tem ninguém do lado de fora.
    E depois de uns dois dias nesta situação, eu colocaria alguns figurantes para ficarem do lado de fora para ficar gemendo e batendo nas paredes.
    Aí, o que aconteceria depois; bom, depende do que o pessoal do departamento jurídico conseguir liberar para o horário. Da parte dos participantes, baseado nos contratos que eles assinam, vai valer qualquer coisa!

    ResponderExcluir
  5. Legal essa ideia do big brother. Meio que é a mesma ideia do Walking Dead.
    Quem assistiu percebe que o enfoque principal do seriado não é nos zumbis, mas nos conflitos que surgem entre os personagens quando estes são submetidos a uma situação difícil. Voce poderia tirar os zumbis o colocar os personagens em um cenário de guerra, onde eles seriam um pequeno grupo de soldados no campo inimigo. Daria pra contar as mesmas histórias. Obviamente que os zumbis acrescentam um medo irracional no cenario.... :)

    ResponderExcluir
  6. Boa a ideia desse Big Brither em Roj, pra esse eu daria audiência, hauahua.


    A questão de focar nos sobreviventes vem de bem antes de Walking Dead, os filmes do Romero já tinham essa pegada lá nos anos 60.

    Boas histórias de zumbi não são sobre os zumbis e sim sobre as pessoas.

    ResponderExcluir
  7. Realmente, tem muito disso nos filmes clássicos de zumbi: sempre tem um filhadaputa vivo que deixa a situação ainda pior.
    Acredito que tem muitos elementos sociais embutidos nessa mitologia de mortos-vivos.
    Vamos estudar aqui pra tentar fazer um podcast decente sobre o assunto mais adiante, obviamente, sem a participação do Shoran.

    ResponderExcluir