quinta-feira, 28 de julho de 2011

Em breve, nos cinemas:

Capitão América - 29/07/2011

Um estoudo pode ser feito sobre adaptações necessárias para diferentes mídias.
Nos quadrinhos, dava para passar um supersoldado resolvendo tiroteios arremessando um escudo que desarmava todos os inimigos, quicava na parede e voltava para a sua mão; mas e no cinema?
Será que no cinema dá pra acreditar que um soldado com mais do que 4 de inteligencia seja capaz de entrar em uma grande guerra só com uma porcaria de um escudo de adamantium, dispensando submetralhadoras e granadas?

Contra o Tempo - 29/07/2011
Que tal um grupo de personagens que age em uma limitada realidade aCcessada por meio das últimas memórias de alguém?
Quando essa realidade acaba, o mundo real continua o mesmo, nada do que é feito dentro da realidade temporária é válido, porém, os personagens têm a oportunidade de investigar e testar tal realidade das mais diferentes maneiras, para levar tais informações para o mundo real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário