quinta-feira, 31 de maio de 2012

Falhas na criação de cenário

Recentemente, num encontro de RPG estadunidense, foi feita uma palestra descendo a lenha em várias falhas em um cenário feito para GURPS.
O palestrante nem falou tanto de regras, mas destacou várias falhas na construção do cenário, falhas primárias que poderiam ser facilmente evitadas.
Estamos publicando esse vídeo aqui não como crítica, mas como orientação para quem está criando um cenário de RPG não cometer os mesmos erros.
Algumas destas falhas estão relacionadas com a criação de vários elementos completamente inúteis para o mundo de jogo, elementos que só ocupam espaço na leitura do cenário, e muito espaço. Apresenta lugares que não fazem sentido algum para os personagens jogadores.
Um desperdício citado está na criação de uma vasta fauna extinta no cenário de jogo, elementos sem propósito algum para o desenvolvimento das aventuras.
E para finalizar, apresenta falhas na própria criação da principal (e única) raça jogável no cenário. Muitos dos elementos destes personagens não fazem sentido algum. É como se tais criações não tivessem passado por nenhum controle de qualidade.
Enfim, vamos ao vídeo, que destrincha de maneira eficiente, ainda que resumida, todos esses erros primários cometidos na criação deste cenário:




terça-feira, 29 de maio de 2012

Pimp your city

Já pensou em explorar atrações bizarras da sua cidade para criar tramas de RPG?
Toda cidade tem algum ponto curioso, que desperta a atenção das pessoas; e com um pouquinho de imaginação e pesquisa histórica, você pode colocar os personagens dos jogadores investigando esse mistério em sua cidade.



Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

IRPGCast 90: Fusão Cultural


Spider dá várias dicas para você organizar um evento de RPG na sua cidade, ou seja, mais um podcast com conteúdo nulo.



sábado, 26 de maio de 2012

Teclando com os olhos

Jogos de ficção futurista não envolvem apenas pistolas laser e kits de hackeamento.
Todo um novo mundo pode se formar a partir de novas tecnologias, e se o mestre de jogo estiver criando o seu cenário, além de ler e assistir várias obras deste tipo de ficção, é importante que se pesquise na realidade para tentar prever alguns possíveis futuros da tecnologia com base em atuais protótipos.
Existem vários projetos em andamento para tentar melhorar (ou apenas modificar) a nossa comunicação com os aparelhos eletrônicos, que permitem interação por meio de gestos,

indicadores,

olhares,

contrações musculares,

e até mesmo, o pensamento.


Como se viu nos textos, a maioria destes protótipos está sendo apresentado na língua, inglesa, portanto, se você só entendeu as imagens deste vídeo, VAI ESTUDAR! todos os direitos deste bordão reservados para "Critical Cast".



sexta-feira, 25 de maio de 2012

Why so serious?

Super poderes não servem apenas para super confrontos.
Servem também para super bobagens.
Já pensou nas trapalhadas que seus personagens supers podem aprontar em situações cotidianas com seus poderes?

Afinal, RPG não é só porradaria.



quarta-feira, 23 de maio de 2012

Incrementando a Religião em seu Cenário de RPG

Essa seria uma revolução total no seu cenário. Vários interesses entrariam em conflito por conta dessa estratégia dos clérigos.
Seria uma religião normal, com rezas e divindades e coisas e tal, mas os caras bolaram um esquema de vender patuás religiosos capazes de realizar curas.
Não que essas porcarias, como um saquinho de areia tingida, uma almofadinha com algum símbolo costurado, fossem capazes de fazer alguma coisa, mas sempre que alguém comprava alguma dessas bagaças e, por algum motivo, melhorava de saúde (ou acreditava que tinha melhorado de saúde), os caras fariam o maior carnaval em volta, com a pessoa dando testemunho da cura e tudo o mais, para todos os outros acreditarem que o tal patuá realmente funcionasse (ignorando todos os outros que compraram a tal coisa e ficaram na mesma, mas para não serem acusados de infiéis, mentiam que tinham dado uma melhoradinha).
Aí, por conta disso... putz, nem precisa me mandar e-mail avisando... Lembrei que já tem uma dessas...


estou tão desanimado de tentar criar uma religião nova que nem vou colocar propaganda aqui...

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Programa do Silvio Santos na Realidade Alternativa

Muitas pessoas ficam zuando este site, mais especificamente o IRPGCast, e mais especificamente ainda o Roj Ventura quando é dito que algumas das informações divulgadas neste site vêm de uma realidade alternativa, que a gente consegue isso retroalimentando o explorador sonoro espaço temporal utilizando feed de imagens geradas por deslocamento magnético em vídeo cassete com quatro cabeçotes de leitura, o... do que eu estava falando mesmo?
Então...
Está aqui mais uma prova, uma imagem vinda diretamente da Terra Paralela, uma situação que nunca teria como acontecer na nossa realidade alternativa, que para nós, é chamada apenas de realidade:



Se fosse aqui, já teria um monte de representante de minorias descendo a lenha no Silvão.


quarta-feira, 16 de maio de 2012

Ideia ruim para jogo de RPG

Não é qualquer coisa que acontece na vida real que vai funcionar como inspiração para jogo de RPG.
Até funciona, mas para um jogo muito ruim.
Clique na imagem para ampliar por sua própria conta e risco.



segunda-feira, 14 de maio de 2012

Incrementando a Religião do seu cenário

Quer deixar todo o seu cenário mais sobrenatural?
Que tal uma religião que se apresente com fenômenos vindos de uma outra dimensão, como a dimensão dos mortos, um planeta alienígena ou qualquer outro local inexistente.
Eles utilizam alguns truques bem planejados e bem executados, e vários inocentes úteis para acreditarem que tudo aquilo é verdade, para se firmarem como uma manifestação real.
Tais manifestações, dizem eles, são capazes de revelar os mistérios do mundo, mas só respondem verdades genéricas, do tipo "sentimos muitas saudades de vocês" ou "algo grave ocorrerá, e vocês precisarão ter força para superar isso", mas nunca informações úteis, como a cura para o câncer ou o segredo de algum cofre (obviamente, uma vez que são armação dos próprios clérigos).
Essa religião pode deixar os jogadores bem assustados quando eles tiverem que lidar com alguns destes truques para descobrir algo sobre um crime (e provavelmente, só perderão tempo).

Atualização: Parece que já existe isso... , mas a ideia para o cenário continua válida...


sábado, 12 de maio de 2012

Conto Interativo Maldito

Está com saudades das aventuras-solo que vinham sendo postadas aqui diretamente da tumba da "Dragão Brasil"?
Que tal experimentar agora um Conto Interativo?
Desta vez, não tem segunda chance, e você tem que entrar no jogo AGORA.
Toda sexta, o Maldito vai estar postando uma parte da história, e você tem até terça feira para votar na próxima ação do investigador Tim Roque.
E não tem segunda chance porque, uma vez decidido o caminho do protagonista, nunca será revelado o que aconteceria na história se outra decisão fosse tomada.

Para incentivar ainda mais sua participação nesta jornada: esse conto é a continuação de outro, também publicado no www.DitoPeloMaldito.com e divulgado aqui.


sexta-feira, 11 de maio de 2012

Incrementando a Religião do seu cenário

Que tal uma religião itinerante anunciando, por todo lugar que passa, o fim do mundo com data certa.
Essa religião ditaria algum comportamento para todos que desejam escapar da fúria divina neste apocalipse, espalhando o medo e a desconfiança nas pessoas, gerando períodos de relativo caos quando a tal data da destruição se aproximasse.
A tal da data chega e não acontece nada. Os personagens que caíram nessa e cumpriram alguma missão absurda para tal religião ficam com cara de bobos e a vida continua, com essa religião meio escondida depois dessa palhaçada que seus fiéis aprontaram.
Mas eles não desistem. Eis que surge, na opinião deles, um novo indício profético e a turminha do fim do mundo volta a espalhar sua mensagem com uma nova data.

Atualização: De novo, estão falando aqui que essa história não é novidade. Então tá, fico na tentativa aqui...


quarta-feira, 9 de maio de 2012

O Retorno de Silvio Spectro?

Fãs inconformados com o fim da série de RPGs de terror do Silvio Spectro iniciaram uma campanha e começaram a mandar vídeos de seus live-actions realizados dentro do universo deste RPG.
Os autores também participam desta campanha (um deles até aparece no segundo vídeo), e está sendo estudada uma parceria entre empresa e crowdfunding para dar continuidade a este grande marco do RPG nacional.
Vamos agora aos vídeos dos fãs:









Este último foi enviado por engado, mas o próprio Silvio Santos assitiu e pretende lançar algo nessa linha no mercado editorial brasileiro, não necessariamente com RPG, mas talvez com CardGame.


segunda-feira, 7 de maio de 2012

IRPGCast 89: O Super, o Heroi, e o Humano.

Mais do que diferentes tipos de poderes, histórias de Super Herois podem tratar também de diversos tipos de comportamentos. Neste episódio, utilizamos exemplos do cinema para classificarmos e explicarmos os Super-Herois, os Super-Humanos e os Humanos-Herois.





sexta-feira, 4 de maio de 2012

Roleplaying Avengers

- Vamos lá então, já pegaram as fichas aí? Você vai jogar de Capitão América, você vai de IronMan, vocé será o Thor, e você vai ser o Hulk.
- E ai galera, já começaram o jogo? Atrasei hoje aí.
- Nem, estamos pegando as fichas ainda, sobrou a do Gavião Arqueiro pra você.
- ... Então, deixa quieto, vou jogar Magic com a turma lá hoje, valeu...


Ponto Turístico Medieval

A cidade de Catanduva, no interior de São Paulo, ainda mantem estranhas tradições medievais em sua cultura.
Seu apelido de "cidade feitiço" e sua mascote, uma bruxinha, têm motivo para existir.
Confira a foto do mastro cerimonial, em um ponto central da cidade, que é utilizado para queimar eventuais bruxas que são identificadas e julgadas na própria cidade, mais especificamente, na câmara de vereadores que pode ser vista à direita, na foto.
Dizem as lendas que a primeira "bruxa" queimada neste pilar foi o responsável pela construção de tal monumento no meio de uma rua de tráfego intenso durante os horários de pico na cidade.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Incrementando a Religião do seu cenário

Na grande maioria dos cenários, o pessoal só lembra de religião na hora de invocar os poderes dos clérigos ou ler o ritual para espantar o Chtulhu, e não percebem que a estrutura religiosa na sociedade pode gerar situações interessantes.
Que tal uma organização religiosa que aceita grandes verbas de grupos criminosos que querem posar de cidadãos de bem na sociedade?
Imagine a surpresa dos jogadores ao enfrentarem vários "sub-chefes", ligarem as pistas e descobrirem que o chefão por trás de todo o esquema é um rico empresário, proprietário de uma fábrica de velas e patrocinador de várias festas religiosas, uma personalidade que é respeitada por toda a sociedade civil, alguém que até as velhinhas defenderiam se os jogadores tentassem algum ataque?

Atualização: Me avisaram aqui que essa ideia não é tão original assim. Mas eu juro que pensei nela sozinho...