sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Inspiração cavernosa para personagens perturbados

Que tal procurar em músicas o background para vilões ou crimes que os personagens deverão investigar.
Nick Cave é uma das mentes mais doentias do mundo musical. Quando se presta atenção nas letras de suas músicas, as cenas mórbidas que ele canta assombrarão para sempre a sua lembrança.
Não é sobrenatural, nem exagerado, é na medida certa para sentir o sangue morno escorrendo dos seus ouvidos.

Eu deveria mandar essa matéria para o site do Maldito, pois esse post vai dar bem mais motivo do que a sequência de "Exu Caveirinha" do ano passado para falarem bobagens sobre o já famigerado RPG, mas como ainda não recebemos nenhuma doação do IRPGCast Esperança, o post vai sair aqui mesmo.

 Vamos fazer uma experiência, para você perceber como os acontecimentos mais bizarros podem estar ocorrendo na sua frente, sem que você perceba.
Aproveitando que a maioria do nosso público não tem a mínima ideia do que é falado em músicas em inglês, assista o belo videoclipe abaixo, tentando imaginar a bela história de amor que estão cantando:



Lindo, não? O beijo na boca, ensaiado durante todo o flerte, é trocado rapidamente no final, com a sublimação do desejo sexual em favor de um carinho sincero.
Agora, leia a tradução desta love song:


Desça, desça, pequeno Henry Lee
E fique a noite toda comigo
Você não encontrará uma garota
Neste mundo insignificante
Que se compare a mim
E o vento uivou e o vento soprou
La la la la la
La la la la lee
Um passarinho pousou sobre Henry Lee

Eu não posso descer e não vou descer
E ficar a noite toda contigo
Pois a garota que tenho naquela terra verde e alegre
Eu amo bem mais do que ti
E o vento uivou e o vento soprou
La la la la la
La la la la lee
Um passarinho pousou sobre Henry Lee

Ela se inclinou sobre uma cerca
Só por um ou dois beijos
E com um pequeno canivete em sua mão
Ela o apunhalou firmemente
E o vento rugiu e o vento gemeu
La la la la la
La la la la lee
Um passarinho pousou sobre Henry Lee

Venha leva-lo por suas mãos brancas como lírios
Venha leva-lo pelos pés
E joga-lo neste poço profundo, profundo
Que é mais do que cem pés
E o vento uivou e o vento soprou
La la la la la
La la la la lee
Um passarinho pousou sobre Henry Lee

Ali jaz, ali jaz, o pequeno Henry Lee
Até que a carne solte de seus ossos
Pois a garota que você tem naquela terra verde e alegre
Pode esperar para sempre que você volte para casa
E o vento uivou e o vento gemeu
La la la la la
La la la la lee
Um passarinho pousou sobre Henry Lee



O próximo vídeo, do mesmo artista, já deixa clara a perversidade da situação:




Quer a tradução? Vai lá no VagaLume. E sim, a letra é até mais macabra do que o clipe.
É esse o clima de um jogo de terror romântico. Se você está utilizando elementos da Saga Crepúsculo, você está jogando errado, sua bicha.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.




E já que já que o balde foi chutado, vamos transformá-lo em dedal com uma canção que fala de um auxílio oferecido pelo próprio capiroto:



Nenhum comentário:

Postar um comentário