quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Passou nos cinemas?

Assisti um filme aqui, mas não sei se passou nos cinemas...
Tinha um cara, todo palhação, levando uma vida criminosa, e numa de suas "artes", ele acabou queimando com gasolina parte do corpo e do rosto de um cara que, até então, era certinho, mas depois disso tascou o dedo no f##### e despirocou geral.
E por incrível que possa parecer, eu não estou falando do "Batman, o Cavaleiro das Trevas", estou falando do filme "Employee of the Month", que foi traduzido aqui como "O Dia Perfeito".

E não é só do filme do bátima que esse filme carrega elementos. Sem dar spoilers, alguma cenas são quase que refilmagens de "Os Infiltrados", "Se beber não case" e "Sucker Punch".
E o mais interessante ainda é que, esse filme, que reúne elementos de todos os outros, foi feito alguns anos antes de todos eles!!!
Será que esse pouco conhecido filme é tão genial que servil de inspiração para todos os outros?
Vai ser difícil confirmar ou negar tais apropriações, pois ocorre com as histórias algo que também ocorre com as músicas:
por aqui também:
e entre lá e aqui também:

Casos de plágio à parte, existem alguns elementos que, curiosamente, surgem igualmente em diferentes lugares.
Você já se questionou como é que os índios americanos já utilizavam arcos mesmo antes dos europeus chegarem no continente? O mesmo ocorre com o bumerangue, que foi desenvolvido em vários locais afastados do mundo, como austrália, ásia e áfrica.
Até o jogo de xadrez não tem origem definida, pois não se chega num acordo sobre quem o inventou primeiro. Existe a possibilidade do jogo ter sido desenvolvido em paralelo em países diferentes, mas com algumas diferenças nas regras.

E é assim também com ideias. A mesma ideia pode surgir em vários locais diferentes ao mesmo tempo. Diz uma teoria que não são os humanos de têm as ideias, são as ideias é que chegam no seu tempo de nascer, independente de quem as tenha.




Nenhum comentário:

Postar um comentário