quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Pra quem acha que o "protesto rolezinho" é novidade:



 E na loja do teu pai, vc é a favor de rolezinho? Vamos brincar de procurar todas as informações escondidas no documentário que servem para desmontar toda a argumentação do mesmo? Vou começar postando uma nos comentários.


Não gostou? Me chama de fascista nos comentários. Fascista é a palavra da moda da turminha que se diz comunista mas coloca senha no wi fi.

5 comentários:

  1. Lá pelos 9 minutos, tem uma socióloga (acho que é socióloga) que fica criticando o "código invisível de vestimenta", que isso é um absurdo, mas ela mesma está toda arrumadinha, com terninho e tudo. Será que ela teria as manhas de falar o que falou com camiseta regata, alça do sutiã aparecendo e barriga escapando por baixo da camiseta?

    ResponderExcluir
  2. Tem um ponto que eu achei interessante, quando um dos "manifestantes" reconhece que as pessoas que estavam com nojo dos favelados e sem teto não eram os ricos, os patrões, mas pobres também, assim como eles, sendo que a única diferença é que eles lá estavam para trabalhar...pois é...é uma baita diferença.

    ResponderExcluir
  3. Então, não sou comunista mas acho que devo o chamar também.

    ResponderExcluir
  4. E tem mais, está expressamente proibido o rolezinho nesse site. Quer se juntar com seus amiguinhos xulezentos e cantar o funk da cadela manca, vão lá no https://www.facebook.com/djmarlborooficial .

    ResponderExcluir