segunda-feira, 7 de abril de 2014

Os novos 10 Mandamentos

 Em agradecimento pela inclusão da Teoria Criacionista nos livros didáticos, o Vaticano abrirá espaço para a inserção de um capítulo científico na Bíblia.
 Ainda no início da gestão do Papa Francisco, foram escolhidos grupos acadêmicos nos 10 países com maior presença católica, como Brasil, Itália, Espanha, Haiti e Angola.
 No Brasil, foram escolhidas mentes brilhantes como José Aristodemo Pinotti, Marilena Chauí, Jair Bolsonaro, Humberto Gessinger e Moacyr Franco.
 Pensando em conjunto, essa mente internacional formulou uma versão científicamente correta dos dez mandamentos.
 A versão confirmada no dia 27/03/1014 é a seguinte:

1- Manter a humanidade abaixo de 500 milhões num perpétuo equilíbrio com a natureza.
2- Controlar a reprodução de maneira sábia – aperfeiçoando as condições físicas e a diversidade.
3- Unir a humanidade com um novo idioma vigente.
4- Controlar a paixão – fé – tradição – e todas as coisas com razão moderada.
5- Proteger povos e nações com leis e cortes justas
6- Permitir que todas as nações regulem-se internamente, resolvendo disputas externas em uma corte mundial.
7- Evitar leis insignificantes e governantes desnecessários.
8- Balancear direitos pessoais com deveres sociais.
9- Valorizar a verdade – beleza – amor procurando a harmonia com o infinito.
10- Não ser um câncer na Terra – Deixar espaço para a natureza.

 Também foi decidido que o escritor inglês Neil Gaiman será convidado para escrever as circunstâncias em que tais mandamentos seriam encontrados/criados/psicografados.

 A previsão é de que até o final deste ano essa nova versão da bíblia esteja concluída, e o Vaticano até já abriu licitação para escolher a empresa responsável por toda essa reimpressão.





Nenhum comentário:

Postar um comentário