quarta-feira, 28 de maio de 2014

Desfile Cosplay no R P Anime Fest


porque o site é meu e eu posto o que eu quiser.

Heróis do Brasil

Uma médica brasileira criou uma fibra que permite a cirurgia de bebês ainda na barriga da mãe, sem a necessidade de retirar a criança do útero, o que aumenta em muito os riscos.
Essa invenção brasileira está salvando muitas vidas por todo o mundo, só que o telejornal falou o nome da médica tão rápido, e só uma vez, que eu nem consegui decorar.

Já do Neimar, o pessoal decorou até o nome da namorada.
Vergonha.


sábado, 24 de maio de 2014

Um exercício de Lógica sobre: Duplas Sertanejas

 Todo dia aparece uma nova dupla sertaneja fazendo sucesso.
 Todo mês são anunciados eventos com participação dessas novas duplas, e independente da obscuridade dessas duplas, as macacas de auditório já cantam decor os supostos sucessos destes cantores.

 Como explicar a rápida ascensão dessas duplas sertanejas com qualidades medíocres e repetitivas?

 O caminho para o sucesso não está na competência musical, mas sim na política.

 Formar uma dupla sertaneja é simples, basta juntar um cara de voz fina com um cara que toca violão. A letra da música também é fácil, em uma tarde de boteco, duas ou mais letras são compostas.
 A parte mais difícil é conseguir uma combinação de nomes próprios que ainda não foram utilizados para formar o nome da dupla.
 Até esse ponto, dupla sertaneja é tudo igual. O que vai decidir o sucesso da dupla é o agenciador dos "artistas" é a oportunidade.
 Eventualmente, prefeituras fazem eventos para animar o povo e desviar a atenção pública dos verdadeiros problemas da cidade.
 Além disso, os administradores públicos sempre estão interessados em um desvio de verba.
 Serviços artísticos, assim como campanhas publicitárias, não tem uma tabela fixa de valores. Um quadro de R$30,00 hoje, poderá valer R$30.000,00 no ano que vem (geralmente, depois da morte do pintor).
 Uma dupla sertaneja, que está acostumada a receber R$300,00 por noite para tocar em forrós, não reclamaria de receber R$5.000,00 para tocar no palco de um evento municipal.
 Algumas semanas antes do evento, a estação de rádio da cidade passa a tocar as músicas dessa dupla, que deve ser de uma cidade distante. Se a dupla fosse da cidade, a população não acreditaria no sucesso que o locutor atribui a essa dupla.
 Mas o locutor não fala de graça sobre o sucesso dessa dupla.
 O evento municipal já foi acertado antes com o empresário da dupla, que utilizou parte do cachê para "convencer" seu contato na estação de rádio do sucesso desta dupla.
 E durante o evento, o povo fica feliz por assistir de graça, ou por um ingresso popular, o show dos artistas "famosos", e os administradores públicos ficam mais felizes ainda recebendo parte do cachê que foi pago aos artistas.
 
 Atribuindo alguns valores especulativos a este espetáculo, a conta ficaria assim:

- O município contrata o show dos artistas por R$30.000,00. Esse valor é pago com dinheiro do município, dinheiro vindo dos impostos. O empresário até fornece para a prefeitura uma nota fiscal pela contratação da dupla. No papel, tudo fica limpinho.

- O empresário gasta R$5.000,00 com publicidade da dupla (rádio, cartazes, fotos, etc)

- R$5.000,00 vai para a dupla.

- R$5.000,00 é embolsado pelo empresário.

- R$15.000,00 é distribuído entre os membros da administração pública que combinaram a contratação da dupla sertaneja. Atenção: Esse dinheiro vai para o bolso dos indivíduos, e não de volta para o caixa da prefeitura.

 Em resumo, todo o show é armado para que o dinheiro público seja distribuído entre os envolvidos, e principalmente, entre aqueles que tem a "chave do cofre".

 É esse o segredo do sucesso instantâneo das  novas duplas sertanejas.

Disclaimer: Todas essas conclusões são meramente especulativas. Qualquer confirmação com a realidade não é culpa minha.


sexta-feira, 23 de maio de 2014

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Enquanto isso, na biblioteca da escola...

 Tenho o costume de pegar livros na biblioteca da escola; é uma maneira de pesquisar e recomendar livros aos alunos.
 Recentemente, peguei um livro infanto-juvenil ganhador do prêmio Alfredo Machado Quintella e Selo de Ouro categoria jovem da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. É um dos livros enviados pelo Ministério da Educação para as escolas, aqueles com o selo de "Venda Proibida".

 Que livrinho chato...

 E não é por ser infanto-juvenil. Frequentemente escolho livros desta linha, não só por gostar, como também para poder recomendar aos alunos.
 A livros infanto-juvenis é permitida uma certa ingenuidade, são aceitas algumas "facilidades" de roteiro, mas aquele livro era muito chato. Personagens desinteressantes, situações bobas, nenhuma empolgação. Adiantei as páginas para ver se o fraco mistério da trama valeria a pena. Não valia.
 Como um livro tonto desses foi tão premiado?

 Lendo a bio da autora, descobri que ela teve o conjunto de sua obra escolhido para constar no catálogo permanente da Feira de Frankfurt, na Alemanha, figurando entre os 25 principais escritores brasileiros no gênero infanto-juvenil.

 Feira de Frankfurt?...

 Lembram do boicote que o Paulo Coelho fez na última Feira de Frankfurt?
 E se recusou a participar porque a comitiva brasileira era formada apenas por amigos dos amigos do governo brasileiro, deixando de lado excelentes autores, com grandes sucessos  no Brasil, como Eduardo Spohr, Raphael Draccon e André Vianco.
 Acho que isso explica muita coisa.


sábado, 3 de maio de 2014

Talvez nos Cinemas: The Machine

O que define um ser vivo como tal?
O que diferencia um humano de outras formas de vida?
Onde está a alma do ser humano?
Só o ser humano tem alma?
Existe alma?

O filme "The Machine" não responde nenhuma dessas perguntas, mas faz essas perguntas de maneira sensaconal.



"The Machine" é um filme de ficção científica filosófica. Apesar dos lapsos de cenas de ação no trailer, o foco desse filme são os questionamentos sobre o que pode ser considerado vida.