sábado, 24 de maio de 2014

Um exercício de Lógica sobre: Duplas Sertanejas

 Todo dia aparece uma nova dupla sertaneja fazendo sucesso.
 Todo mês são anunciados eventos com participação dessas novas duplas, e independente da obscuridade dessas duplas, as macacas de auditório já cantam decor os supostos sucessos destes cantores.

 Como explicar a rápida ascensão dessas duplas sertanejas com qualidades medíocres e repetitivas?

 O caminho para o sucesso não está na competência musical, mas sim na política.

 Formar uma dupla sertaneja é simples, basta juntar um cara de voz fina com um cara que toca violão. A letra da música também é fácil, em uma tarde de boteco, duas ou mais letras são compostas.
 A parte mais difícil é conseguir uma combinação de nomes próprios que ainda não foram utilizados para formar o nome da dupla.
 Até esse ponto, dupla sertaneja é tudo igual. O que vai decidir o sucesso da dupla é o agenciador dos "artistas" é a oportunidade.
 Eventualmente, prefeituras fazem eventos para animar o povo e desviar a atenção pública dos verdadeiros problemas da cidade.
 Além disso, os administradores públicos sempre estão interessados em um desvio de verba.
 Serviços artísticos, assim como campanhas publicitárias, não tem uma tabela fixa de valores. Um quadro de R$30,00 hoje, poderá valer R$30.000,00 no ano que vem (geralmente, depois da morte do pintor).
 Uma dupla sertaneja, que está acostumada a receber R$300,00 por noite para tocar em forrós, não reclamaria de receber R$5.000,00 para tocar no palco de um evento municipal.
 Algumas semanas antes do evento, a estação de rádio da cidade passa a tocar as músicas dessa dupla, que deve ser de uma cidade distante. Se a dupla fosse da cidade, a população não acreditaria no sucesso que o locutor atribui a essa dupla.
 Mas o locutor não fala de graça sobre o sucesso dessa dupla.
 O evento municipal já foi acertado antes com o empresário da dupla, que utilizou parte do cachê para "convencer" seu contato na estação de rádio do sucesso desta dupla.
 E durante o evento, o povo fica feliz por assistir de graça, ou por um ingresso popular, o show dos artistas "famosos", e os administradores públicos ficam mais felizes ainda recebendo parte do cachê que foi pago aos artistas.
 
 Atribuindo alguns valores especulativos a este espetáculo, a conta ficaria assim:

- O município contrata o show dos artistas por R$30.000,00. Esse valor é pago com dinheiro do município, dinheiro vindo dos impostos. O empresário até fornece para a prefeitura uma nota fiscal pela contratação da dupla. No papel, tudo fica limpinho.

- O empresário gasta R$5.000,00 com publicidade da dupla (rádio, cartazes, fotos, etc)

- R$5.000,00 vai para a dupla.

- R$5.000,00 é embolsado pelo empresário.

- R$15.000,00 é distribuído entre os membros da administração pública que combinaram a contratação da dupla sertaneja. Atenção: Esse dinheiro vai para o bolso dos indivíduos, e não de volta para o caixa da prefeitura.

 Em resumo, todo o show é armado para que o dinheiro público seja distribuído entre os envolvidos, e principalmente, entre aqueles que tem a "chave do cofre".

 É esse o segredo do sucesso instantâneo das  novas duplas sertanejas.

Disclaimer: Todas essas conclusões são meramente especulativas. Qualquer confirmação com a realidade não é culpa minha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário