quarta-feira, 22 de outubro de 2014

A Fábula de Hoje é: A Formiguinha e os Juncos.

Certa manhã de inverno, uma formiguinha saiu para o seu trabalho diário.
Já ia muito longe a procura de alimento, quando um floco de neve caiu e prendeu o seu pezinho.
Aflita, vendo que não podia se livrar da neve, iria assim morrer de fome e frio, voltou-se para o sol e disse:

- Ó sol, tu que és tão forte, derrete a neve que prende o meu pezinho!

E o sol indiferente nas alturas, falou:

- Mais forte do que eu, é o muro que me tapa.

Olhando, então para o muro, a formiguinha pediu:

- Ó muro, tu que és tão forte, que tapas o Sol que derrete a neve, desprende meu pezinho.

E o muro que nada vê e muito pouco fala, respondeu apenas:

- Mais forte do que eu, é o rato que me rói!

Voltando-se então, para um ratinho que passava apressado,  a formiguinha suplicou:

- Ó rato, tu que és tão forte, que róis o muro que tapa o sol que derrete a neve, desprende meu pezinho.

O rato se assustou ao ouvir uma formiga falante, e pulou no meio de uma moita de juncos, que disseram para a formiguinha:

- Foda-se.




Moral da História:

Nenhum comentário:

Postar um comentário