terça-feira, 1 de julho de 2008

Chocolaaaaate! O cinema oriental batendo forte!

O cinema é uma excelente fonte de idéias para o RPG, mas, infelizmente, temos a impressão de que só existe EUA na produção cinematográfica mundial quando vamos ao cinema ou entramos em uma locadora.
Alguns filmes orientais excelentes chegaram até o público brasileiro depois de muito tempo ( "Herói", uma obra de arte em movimento, "Espíritos", o filme mais aterrorizante que já vi, todos que assistiram ficaram com a cena final queimada com gelo em suas mentes, "Shaolin Soccer", kung fu, besteirol e futebol no mesmo filme e "Assombração", uma fantasia de horror, um estilo de filme que eu nunca tinha visto antes) ou por meio de remakes ( "O Chamado", quem viu o japonês e o estadunidense poderia me dizer qual é o melhor?).
Alguns, nem passaram pelos cinemas ("Primavera, Verão, Outono, Inverno... e Primavera", um drama humano simples, mas que se passa em um cenário surreal e "O Caminho para Casa", um romance que te transporta para a memória dos personagens com uma emoção única), já aportaram direto nas locadoras.
Felizmente, a internet elimina a distância e permite que alguns bons filmes orientais sejam mais fortes do que a sua distribuição, e cheguem até aqueles que buscam novas idéias e novas histórias.
O clássico filme "Os Sete Samurais" foi a inspiração para o faroeste "Sete Homens e Um Destino" e a ficção-científica "Mercenários das Galáxias", além de apresentar um roteiro que é a base de muitas aventuras de RPG: um povo oprimido por vilões contratam guerreiros para consertar essa situação.

Um filme que nunca passará por aqui por conta de seu conteúdo violento e seus conceitos éticos sensacionais é "Battle Royale" . É um jogo de RPG pronto, é só adaptar e jogar.
Da sangrenta fonte que Tarantino bebeu para sua obra-prima "Kill Bill", jorrou recentemente o filme "Machine Girl" ; traaaaaaaaaaaaaash no úúúúúltimo, excelentes personagens para jogos de ação bagaceira e um roteiro cheio de vísceras e VINGAAAAAAAANÇAAAAAAAAA!!!
E do oriente, surge uma nova super-heroína das artes marciais, com visão de radar, reflexos rápidos, empatia altíssima com artes marciais e... atraso mental! É Zen, a protagonista de "Chocolate" , um filme onde uma parte dos atores literalmente deu seu sangue para que fosse feito; nunca vi os lutadores apanharem tanto (as cenas em preto e branco no trailer são m##### que ocorreram durante as filmagens).

Nenhum comentário:

Postar um comentário