segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Proibição do Card Goblins

A tirania das minorias que vem assolando o Brasil chegou no RPG, e a primeira vítima foi o Card Goblins, criação genial de Tiago Junges, o Coisinha Verde.

Foi sancionada na manhã desta segunda-feira, 29/10/12, a portaria outorgada pelo juíz Ricardo Lewandowski cumprindo a petição do Secretário de Políticas de Promoção da Igualdade Social Guilherme Arantes do Nascimento.

Segundo o secretário, "o jogo utiliza da fantasia para execrar uma minoria social, indo contra todos os esforços realizados pelo governo e pela sociedade em prol da igualdade social."
No texto da petição, o secretário afirma que o texto das cartas do jogo "é de cunho extremamente preconceituoso, incentivando o desrespeito e a agressão, com títulos como Goblin é Tudo Igual e Tia do Vudu."
Mesmo com a entrada de recurso contra a proibição, a empresa desenvolvedora do cardgame, no caso, o Coisinha Verde, tem cinco dias, contados a partir da data da homologação, para encerrar as vendas do produto em todo o território nacional.
Clique aqui para ler na íntegra a petição do secretário.

E os jogadores de videogame que se preparem. A Nintendo foi a primeira a se adequar aos padrões nacionais de regulamentação de mídias audiovisuais brasileiro, que deverá entrar em vigor a partir do ano que vem.
Confiram como ficou a nova versão de Pokémon, e vão imaginando a fofura que vai ser o próximo God of War que se propor a pisar em território brasileiro.


8 comentários:

  1. "Tirania das minorias"? Não, não foi engraçado. Foi extremamente idiota.

    ResponderExcluir
  2. Porra, se for assim vou ser preso por causa de Bundhamidão. o que não falta lá é escravidão, piada contra minorias, trapaça, álcool, corrupção política e religiosa e por aí vai...

    ResponderExcluir
  3. Caracas velho, que rapidez no processo e agilidade na sentença!; vai se entender... no caso colega o Bundhamidão já levou um BaN. Loucura total.

    ResponderExcluir
  4. Sabe, dizem que eu não tenho humor. De certa forma é verdade. Acabo de banir a sua página das minhas listas.
    Não que vc se importe.

    ResponderExcluir
  5. É muito preconceito contra os goblins, mesmo. O que a gente precisa é de cotas pra goblins nas universidades!

    ResponderExcluir
  6. @João Brasil: Mas é claro que é sério, você não clicou no link que está no post para ver na íntegra a petição do secretário? (O Valberto deve ter clicado...)

    @Funfas: Fiquem espertos você, o André Luis e o Guilherme. Se o deputado Protógenes Queiroz der o Bundhamidão (dar o bundhamidão! hahahahha!) para o filho dele (dar o bundhamidão para o filho!!! HAHAHHHAHAHAHAHAAA!!! Vai virar legenda do Casos de Família!!!) então, se ele der o livro para o filho, é capaz dele reativar o AI5 só pra poder exilar vocês.

    @geishametalica: Estão falando que na USP já tem cota para goblins. A galerinha da fumaça, aquela que invadiu a reitoria, disse que já foram avistados vários goblins e duendes nas proximidades do prédio de Letras.

    ResponderExcluir