domingo, 19 de abril de 2009

IRPGCast 22: Idéia ruim, mas jogo bom.

Shoran, Roj, Ender, Gelatto e Hugo num papo super-cabeça sobre a filosofia por trás da criação de jogos a partir de tramas toscas improvisadas por mestres de jogo vagabundos.
Intruder free episode.

8 comentários:

  1. Avertura de supers com tres jogadores que so jogavam d&d. Depois de fazer os personagens, eu ja tinha planejado tudo, criei o vilão fodão e os capangas menores, mas, para dar inicio a aventura, eu quis começar com um simples assalto a uma joalheria num shopping...Os caras destruiram a joalheria, mataram os ladroes, destruiram o shopping. Ai apareceram varias viaturas, pois o shopping estava um caos, os caras: destruiram as viaturas, feriram os policiais, e depois disso tudo, ainda queriam cair nas graças da mulherada como herois...parei ai mesmo, nem usei meus npcs legais e desde entao nunca mais tentei mestrar supers.è um genero que tem que conhecer mais os jogadores do que o sistema para poder mestrar

    ResponderExcluir
  2. ignorem... era pra ser no de supers, me enganei

    ResponderExcluir
  3. hahaha

    Essa magoa pelo dente é uma cicatriz que jamais irá sarar!
    Quanto rancor do Shoran nesse podcast, rs.
    Creogema pra não ser suicida!

    Bom tema! Comigo geralmente as idéias ruins formam jogos ruins, não tive a mesma sorte, ainda =].

    ResponderExcluir
  4. Intruder... eu fiquei com tanta saudade de você...

    ResponderExcluir
  5. Realmnete se os jogadores querem uma coisa e o mestre oura, acaba dando merda, não tive esse prazer de transformar um jogo ruim em algo bom.

    Mas já varios indo para o buraco...

    Gostei das filosofadas.

    ResponderExcluir
  6. Quarta edição é boa demais. Ponto final!

    ResponderExcluir
  7. Sempre acho q o assunto é sério mas nunca é... :P
    Abç a tds.

    ResponderExcluir