quarta-feira, 14 de novembro de 2012

A liga dos papais justiceiros

Essa é uma dica para cenário contemporâneo com personagens comuns tendo que pegar em armas para proteger suas famílias.
Em um estado que está vivendo uma guerra civil não declarada, o governo dá o golpe de misericórdia na moralidade policial: reduz o salário de seus soldados.
Com essa manobra, o governo pretendia fazer valer o interesse de alguns de seus grandes colaboradores de campanha: fazer com que a facção honesta da polícia desistisse de seus ideais e passasse a aceitar a propina de traficantes, resolvendo assim o problema da violência e entregando a segurança pública nas mãos de criminosos.
Percebendo o desbunde que se tornou a segurança pública, alguns policiais buscam uma alternativa para sobreviver nessa profissão, e é aí que começa a história.
Um crime ocorre, e o poder público não conta com recursos para resolvê-lo, e nem conta com legislação para punir adequadamente os culpados. Os policiais poderiam receber um incentivo dos familiares das vítimas com a intenção de resolver sumariamente esses crimes, porém, fazendo isso, os policiais acabariam presos ou afastados de seus cargos.
A única maneira de proporcionar essa justiça seria permitir que os próprios familiares puxassem o gatilho.

E é aí que entram os Papais Justiceiros: pais de família que pagam aos policiais para que se monte uma situação em que eles possam fazer justiça com as próprias mãos, respondendo apenas um inquérito na sequência e sendo liberados pelo fato do estado não contar com mais vagas nos presídios.
Os personagens jogadores seriam civis e policiais trabalhando lado a lado para cumprir o papel que deveria ser do estado.
Seriam jogos leves, no clima da sessão da tarde; uma situação muito distante da nossa realidade.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Um comentário:

  1. Recentemente entrevistei um cabo da polícia militar, mais de 20 anos de serviço, quando questionei a renda dele, fui informado sobre o fato de que havia perdido cerca de R$500,00 porque o governo havia entrado com uma ação para retirar um direito que eles haviam conquistado. Ele me disse que o dinheiro fazia muita falta para a família, já que ele tinha dois filhos para cuidar. O número de policiais militares mortos este ano é 40% maior do que no ano passado, o número de pedidos de demissão é o maior dos últimos 12 anos, e o governador manda diminuir o salário. A população vai pagar a conta, como sempre...

    ResponderExcluir